Os laços sociais atam-se a partir de discursos. Mas o que acontece com aqueles que estruturalmente estão fora das relações já estabelecidas pela sociedade em que vivemos? Antonio Quinet, lança as bases para se pensar o fora-do-discurso da psicose e sua busca de laço social. Ao abordar os três tipos clínicos da psicose, investiga de que forma os psicóticos se inserem nos discursos. Para tanto, toma como base o campo do gozo e a teoria dos discursos de Lacan. Desse modo, além de oferecer um avanço para o tratamento da esquizofrenia e da paranoia, distingue a melancolia dos estados depressivos neuróticos, fornecendo os subsídios clínicos e éticos para uma crítica à banalização contemporânea da "depressão". Inclui ainda análises valiosas de casos clínicos como odo Homem dos Lobos, o do matemático John Nash (retratado no filme Uma mente brilhante) e o de Simão Bacamarte (protagonista de "O alienista", de Machado de Assis).

Psicose e o laço social

R$63.00Price
  • Publicado pela editora Zahar

    Lançamento: 30/6/2006

    Assunto: Psicanálise/Psicologia

    240 páginas

    16x23cm

    1ª edição

    ISBN 9788571109223

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

Desenvolvido por Bruno Luz © 2016