“Não há formação do analista; há formação do inconsciente”, dizia Lacan, para ressaltar que a necessidade de aprendizado e de prestação de contas por parte do psicanalista existe, mas ela é individual e não pode ser padronizada por leis. Numa época em que se discute a possível regulamentação, pelo Estado, da prática profissional do analista, essa afirmativa mostra o quanto é essencial um retorno aos fundamentos da Escola de Lacan.Mostrando a articulação entre teoria, clínica, instituição e política, Quinet examina em profundidade a conjunção entre a análise e o ensino. Nesse percurso, descreve e comenta o projeto original de Lacan ao fundar a Escola Freudiana de Paris, em 1964; detalha as causas de sua dissolução em 1980 e as consequências da pluralização de escolas de psicanálise em todo o mundo.

A estranheza da psicanálise

R$63.90Price
  • Publicado pela editora Zahar

    Lançamento: 22/9/2009

    Assunto: Psicanálise/Psicologia

    208 páginas

    16x23cm

    1ª edição

    ISBN 9788537801680

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

Desenvolvido por Bruno Luz © 2016